Cerveja artesanal: o que é?

cerveja artesanal

Que a cerveja é uma das bebidas mais tradicionais e apreciadas em nosso país, você já sabe. Presente em diversos momentos da nossa vida, desde as ocasiões relaxantes nos finais de semana até as grandes celebrações. Quem aprecia, sabe a diferença que é uma cerveja artesanal.

Hoje em dia, ela é encontrada com muito mais facilidade do que algumas décadas atrás: os bares, botecos e lojas especializadas possuem vários tipos da bebida. Mas afinal, o que é a cerveja artesanal?

Neste artigo, vamos contar um pouco mais sobre a bebida e o seu processo de produção? Continue a leitura conosco e confira!

O que é cerveja?

Antes de mais nada, vamos trazer uma breve definição do que é cerveja. Se trata de uma bebida fermentada, em que o álcool é conquistado através da fermentação do amido sacrificado. De forma geral, é proveniente do malte grãos, ou seja, o trigo, centeio e cevada.

E a cerveja artesanal?

Diferente da industrial que comentamos acima, a cerveja artesanal é feita a partir de um método mais cuidadoso, que tem como principal objetivo a qualidade da bebida. O processo resulta em uma escolha muito mais aprimorada, o que significa que os ingredientes são selecionados de forma minuciosa.

Esse zelo traz ao consumidor uma bebida especial, pois na hora de apreciar a cerveja artesanal, sua experiência sensorial será única. E por isso mesmo, esse tipo costuma estar sempre entre as preferidas dos apreciadores de cerveja.

Processo de produção da cerveja artesanal

A produção dessa bebida envolve diversos processos. Vamos te mostrar através de um passo a passo como ele funciona.

Maltagem: processo que faz germinar o grão do cereal, essa é a hora que o trigo ou cevada começam a se desenvolver. Durante essa etapa existe a aplicação de temperaturas controladas para manutenção da qualidade do produto. Essa transformação dura em média, 8 dias.

Moagem: após o processo de maltagem é feita a moagem, e neste momento são quebradas as cascas dos grãos, que deixam o amido exposto. É muito importante que nessa hora seja preservada a casca, pois ela vai ajudar no processo de filtragem.

Brassagem: esse processo conta com quatro etapas que auxiliam na atuação de enzimas para a quebra de açúcares não fermentáveis, no intuito de torná-los fermentáveis. São eles: mosturação, filtragem, fervura, resfriamento e fermentação. 

Maturação e filtração: esse passo é importante para que a cerveja artesanal alcance o seu equilíbrio. A maturação conta com compostos responsáveis pelo aroma, sabor e formação de ésteres, que costumam durar mais ou menos 10 dias. 

Envase: aqui é primordial evitar o contato da cerveja artesanal com o oxigênio, pois isso é o que pode provocar alteração na coloração, turbidez e no paladar da bebida. 

Como você pôde perceber, a cerveja artesanal passa por um processo cuidadoso, que envolve uma série de etapas importantes. Gostou deste texto? Siga-nos nas redes sociais para conhecer ainda mais sobre esse universo. Estamos no Instagram e no Facebook.

You May Also Like

Sobre o autor: Sol Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *